Meta SMART é uma ferramenta de gestão simples, prática e poderosa, utilizada para atingir os objetivos traçados no planejamento estratégico, tático ou operacional do seu Agronegócio

O sucesso de toda empresa que atua no Agronegócio depende de um bom planejamento.

Planejar significa traçar o caminho que o seu Agronegócio irá seguir no curto, médio e longo prazo.

Mas para fazer um bom planejamento você precisa entender primeiro a diferença entre sonho, objetivo e meta.

Um sonho é aquele desejo que não está minimamente claro e estruturado na sua mente. Sonhos são confusos e abstratos. Por isso, sonhos têm pouca utilidade prática.

Já os objetivos são claros e racionais. São as etapas de um plano de ação e, por isso, a definição dos objetivos facilitam a tomada de decisão. Objetivo é o propósito de realizar algo, é aonde se quer chegar. É ele que fornece a direção do que se deseja fazer.

Por fim, uma meta é o objetivo de forma quantificada. São tarefas específicas para alcançar os objetivos. As metas são temporais e estritamente ligadas a prazos.

“Sonhos podem inspirar você, mas metas podem mudar sua vida.”

Como exemplo de sonho, objetivo e meta, podemos citar um agricultor tem o sonho de que sua empresa rural seja mais lucrativa. Para isso, ele estabelece o objetivo de reduzir seu custo de produção agrícola e a meta de diminuir em 15% os gastos com inseticidas até o final desta safra, por meio de um monitoramento de pragas mais adequado.

Podemos dizer que enquanto o objetivo é onde queremos chegar, as metas são o caminho até lá.

Nesse sentido, a técnica da meta SMART, também conhecidas como meta inteligente, é uma forma prática de elaborar metas claras, precisas e diretas.

Se interessou pelo assunto? Então continue lendo este artigo e descubra:

  1. O que é uma meta SMART
  2. Como aplicar a meta SMART no seu Agronegócio
  3. As vantagens em utilizar uma meta SMART
  4. A meta SMART como ferramenta de gestão

1. O que é uma meta SMART

meta SMART

O método da meta SMART é muito popular no mercado empresarial e agora está ganhando cada vez mais espaço no Agronegócio.

Basicamente, ele é um método de gestão que tem como objetivo auxiliar na organização e gerenciamento de metas e objetivos, sejam elas individuais ou em grupo.

meta SMART

A sigla SMART representa os cinco pilares utilizados nesse método. São eles:

Specific (específica): sua meta deve ser específica, clara, objetiva e sem espaço para questionamentos no futuro a respeito de seu foco.

Measurable (mensurável): se não for possível de ser medido, não será possível definir se a meta está sendo cumprida ou não.

Attainable (atingível): o responsável por atingir a meta deve perceber que é possível atingi-la dentro de um prazo.

Relevant (relevante): metas devem ser relevantes para o seu Agronegócio. Em geral, devem estar atreladas ao aumento da lucratividade da empresa rural.

Time-based (temporal): é o prazo máximo em que a meta deve ser atingida.

Todos eles esses pilares, de forma conjunta, permitem que a gestão de objetivos seja feita de forma eficaz.

2. Como aplicar a meta SMART no seu Agronegócio

aplicação SMART

A meta SMART funciona de maneira simples e prática. Ele vai te auxiliar a estabelecer e alcançar metas, por meio da organização de tudo o que é necessário para atingi-las.

E para aplicar a meta SMART na gestão do seu Agronegócio, não há segredo.

Basicamente ela pode ser dividida em 4 etapas:

Etapa 1: Elencando seus objetivos e metas
Primeiramente, você deve elencar quais são os objetivos do seu negócio.

É muito importante que a meta estabelecida seja tangível, afinal de contas, definir metas nas quais você sabe que não pode atingir só vai gerar perda de tempo e muita frustração, certo?

Para que isso não aconteça, é muito importante elaborar um bom detalhamento de cada meta.

São necessários recursos adicionais? Quais colaboradores contribuirão com essa meta? Quais os principais desafios dela? É preciso buscar outros investimentos ou tomar atitudes especificas para que ela seja alcançada?

Quanto mais você detalhar a sua meta, mais fácil será elencar todas as ações necessárias para que ela seja concretizada.

Etapa 2: Identificando obstáculos
Também é necessário listar todos os obstáculos que estão à frente do alcance de suas metas, como por exemplo, questões de logística, recursos financeiros, contatos que precisam ser estabelecidos, estratégias de marketing para ter um bom desempenho, dentre outros.

Etapa 3: Mensurando o progresso das metas
Em seguida, você precisa estabelecer meios para mensurar o seu progresso em relação a meta.

Essa é uma etapa de extrema importância pois é por meio desse controle que você poderá avaliar se são necessárias melhorias na gestão do agronegócio, bem como novas práticas que precisam ser adotadas para a concretização dos seus objetivos.

Aqui, vale o uso de alguns recursos para acompanhamento desse progresso, como o uso de planilhas, por exemplo.

Etapa 4: Cronograma
A quarta etapa consiste em criar um cronograma para definir um prazo para a execução de suas metas. Estabelecer um prazo para que cada ação seja concretizada é essencial, pois é com a criação desse calendário, que você poderá ter controle sobre as tarefas que precisam ser executadas e até mesmo saber se todo o processo está correndo conforme o esperado.

Com essa organização, fica muito mais fácil alcançar as metas desejadas, uma vez que você sabe exatamente, o que deseja atingir, quais os desafios que te aguardam, que tipos de atitudes são necessários, e quais são os prazos que precisam ser cumpridos.

O grande diferencial da meta SMART na gestão do agronegócio é que ela pode ser aplicada em toda a cadeia do negócio.

É possível usá-la tanto no controle de produção das plantações, como também, no dia a dia dos colaboradores, durante a execução das atividades operacionais.

Para te ajudar a visualizar de maneira mais eficaz como aplicar essa técnica na gestão do agronegócio, confira abaixo um exemplo prático:

Objetivo: produzir mais soja

1ª Etapa – especificar a meta: aumentar a produtividade da cultura da soja em 20%.

Para isso, será necessário aumentar a fertilidade química do solo, com maiores teores de nutrientes disponíveis para as plantas de soja e maior eficiência no controle de pragas, doenças e plantas daninhas.

Nessa etapa, você deve questionar a sua meta, visando extrair detalhes que mostrem a você e também aos seus colaboradores o porquê ela deve ser alcançada.

O aumento da produtividade da cultura da soja em 20% trará quais benefícios para a propriedade rural e para os colaboradores?

Ao fazer esse questionamento, você chegará a conclusão que sim, alcançar essa meta é importante, pois afeta diretamente a receita obtida na atividade rural, bem como a lucratividade da empresa rural como um todo.

2ª Etapa – identifique os obstáculos: as principais dificuldades para o alcance desta meta são os baixos níveis de nutrientes no solo, a ausência de um monitoramento eficiente de pragas, doenças e plantas daninhas, e a falta de capacitação dos colaboradores que realizam as aplicações dos produtos fitossanitários.

As ferramentas necessárias para que essa meta seja atingida são: maior investimento em amostragem do solo e em fertilizantes, planejamento de um monitoramento eficiente de pragas, doenças e plantas daninhas, e treinamento dos colaboradores.

3ª Etapa – mensuração: elencar as ferramentas que podem auxiliam na mensuração do progresso desta meta.

Nesse caso, o aumento da produtividade pode ser acompanhado por talhão, além da média da propriedade rural como um todo.

Dessa maneira, você conseguirá avaliar quais talhões estão contribuindo mais para a maior produtividade, e em quais talhões será necessário um cuidado especial.

Uma vez que você definiu essas ferramentas de mensuração, é necessário colocar em prática melhorias para que o objetivo seja alcançado.

4ª Etapa – estabeleça um calendário: criar um cronograma de ações para que a sua meta seja atingida.

Nesse exemplo, você deseja aumentar a produtividade da cultura da soja em 20%, ao final desta safra, quando serão mensurados a produtividade média por talhão e na propriedade rural como um todo.

No exemplo acima, foi possível verificar que a meta SMART facilita muito a gestão no Agronegócio.

Isso porque, ela permite uma visualização mais eficaz das metas que vão otimizar os resultados do negócio rural, e o que é necessário para que esses objetivos sejam alcançados.

Além disso, por ser uma técnica extremamente adaptável, ela pode ser aplicada em todos os setores e processos da sua empresa rural ou que atua no Agronegócio.

Desde a produção, até a administração do empreendimento.

Por conta disso cada vez mais empresários do setor tem investido nessa prática.

Modelos de currículo para profissionais do Agronegócio
Modelos de currículo para profissionais do Agronegócio

3. As vantagens em utilizar uma meta SMART

Custo de produção agrícola

A meta SMART não se popularizou à toa. Além de ser prática e simples de ser aplicada, ela também traz uma série de benefícios únicos para a gestão do empresas do Agronegócio. Como por exemplo:

Metas mais precisas
Com a meta SMART, você consegue especificar mais precisamente quais as metas que deseja atingir.

Nada de perder tempo com objetivos que não irão trazer qualquer tipo de melhoria para o seu negócio e que, ainda por cima, farão com que você perca tempo e dinheiro.

Saiba exatamente quais serão os obstáculos e como contorná-los
Ao usar essa metodologia na gestão da sua empresa que atua no Agronegócio, você também deixa claro quais serão os desafios para que o objetivo seja alçando.

Uma vez que você tenha em mente esses obstáculos, fica mais fácil elencar a melhor forma de superá-los e, com isso, alcançar suas metas com mais facilidade.

Evita o desperdício de recursos
Quem trabalha no Agronegócio sabe que o desperdício de recursos é extremamente prejudicial.

Quando você não tem uma meta específica traçada, é mais fácil ter esse tipo de problema, uma vez que não há qualquer controle sobre os processos e materiais utilizados.

Ao utilizar essa técnica, você consegue estabelecer exatamente a quantidade de recursos necessários, bem como a maneira que eles devem ser utilizados. Dessa forma, evita-se o desperdício.

Mensuração do progresso e aperfeiçoamento
Outra vantagem da meta SMART na gestão do Agronegócio é que ela permite que você mensure o progresso. Essa mensuração é indispensável para que a sua empresa rural consiga melhorar os resultados.

É por meio dela que você conseguirá avaliar quais ações estão dando certo, bem como as que precisam ser modificadas ou até mesmo excluídas.

Além disso, a mensuração também permite o aperfeiçoamento dos processos envolvidos na meta. Com ela, você consegue estabelecer quais operações serão modificadas, bem como as soluções que serão implantadas para que os resultados sejam melhores.

Tenha um prazo estabelecido
Um dos motivos que acaba dificultando ao aumento de resultados em qualquer setor da economia é que os gestores não estabelecem prazos para a concretização de metas.

Elas ficam apenas no papel, mas não há um controle efetivo de ações para que ela seja concretizada.

Com a meta SMART, você cria um calendário detalhado sobre todas as tarefas e atividades necessárias para que o objetivo seja atingindo.

Desse modo, evita-se que a meta fique sendo jogada para frente.

Além disso, com o estabelecimento de prazos, fica mais fácil cobrar os envolvidos.

4. A meta SMART como ferramenta de gestão

ferramenta de gestão

A gestão no Agronegócio não é tarefa fácil. Afinal de contas, este setor envolve uma quantidade significativa de processos e operações, bem como depende de vários fatores para garantir que os resultados de fato aconteçam.

Alguns de fatores, como o clima, por exemplo, sequer podem ser previstos ou determinados em um planejamento.

Mas com a meta SMART, o seu empreendimento rural com certeza terá boas chances de prosperar, gerando resultados cada vez melhores.

Por meio da meta SMART, você consegue estabelecer metas mais precisas, e, assim, otimizar o funcionamento do seu negócio.

Além disso, por meio dessa técnica, também é possível identificar pontos que precisam ser melhorados na rotina deste setor.

Sua versatilidade e facilidade de aplicação são diferenciais muito importantes, até porque a meta SMART pode ajudar na organização de objetivos e metas tanto de pequenas propriedades rurais, quanto de estruturas maiores.

Inclusive, é possível implantar a meta SMART nas funções de cada colaborador.

Dessa maneira, todos irão trabalhar em sintonia e de forma otimizada, por conta da sua metodologia.

Se você quer melhorar a gestão do seu Agronegócio para alcançar resultados melhores, não deixe de implantar essa técnica no dia a dia da sua empresa.

Se executada de forma correta, ela trará apenas benefícios para o seu empreendimento.

JUNTE-SE A MAIS DE 15.000 PROFISSIONAIS
Entre para nossa lista e receba conteúdos exclusivos

JUNTE-SE A MAIS DE 15.000 PROFISSIONAIS
Entre para nossa lista e receba conteúdos exclusivos

E-book empreendedorismo para profissionais do Agronegócio
E-book empreendedorismo para profissionais do Agronegócio