Os 4 Ps da Gestão da Inovação para empresas do Agronegócio

Gestão da Inovação

Hoje é impossível falarmos de Agronegócio sem falarmos de Gestão da Inovação.

Com a chegada da Era Digital, uma série de ferramentas tecnológicas se tornaram populares no campo.

Mais do que isso, o próprio mercado rural sofreu mudanças em suas demandas.

Para se manter competitivo, atrair mais clientes e reduzir os custos da lavoura, é necessário inovar no dia-a-dia, bem como fazer o gerenciamento de recursos de forma mais eficaz.

E é justamente aí que a Gestão da Inovação se torna importante.

É por meio da criação de novos processos ou da otimização dos processos atuais que os empreendedores do campo conseguirão melhorar o ciclo de produção, evitando gastos desnecessários e ainda por cima aumentando os lucros da empresa rural.

Nesse artigo, você saberá mais sobre o que é o processo de inovar e como usar os 4Ps da gestão da inovação para melhorar o desempenho do seu Agronegócio, por meio do seguinte roteiro:

  1. O que é inovação?
  2. Por que a inovação é importante em uma propriedade rural ou revenda de insumos agrícolas?
  3. Como usar os 4Ps da gestão da inovação para melhorar o desempenho do seu Agronegócio
  4. Utilizando a regra 70-20-10 para inovar

O que é inovação?

Gestão da Inovação - Conceito

Inovação é tudo aquilo de novo que se cria para aperfeiçoar um empreendimento rural.

Pode ser um produto melhor, ou processos que otimizem o dia-a-dia no campo, como novas formas de se utilizar o maquinário existente ou novos procedimentos para se realizar as operações agrícolas.

Esse conceito também diz respeito a abertura de novos mercados (como a venda de produtos com certificação), o descobrimento de novas fontes de matéria-prima e o desenvolvimento de novas práticas organizacionais.

Basicamente, é a substituição daquilo que é velho e obsoleto para o que há de mais novo e otimizado no mercado.

Quando falamos de Gestão da Inovação no Agronegócio, estamos apontando a forma como você administra esse processo de renovação na empresa rural.

Desde a melhor utilização de insumos, até o controle de safras ainda que de longe.

Uma propriedade rural que não faz esse tipo de gerenciamento está fadada a estagnação, ou até mesmo a falência.

Isso porque, o mercado está em um ritmo constante de evolução.

No mundo dos negócios, não avançar é o mesmo que retroceder.

Não são apenas novas ferramentas e métodos que estão surgindo, mas também novas exigências dos consumidores finais.

Por exemplo, a quantidade de pessoas que estão aderindo a uma alimentação mais saudável e a novos estilos de vida, com maior qualidade e maior preocupação com a saúde, que tem aumentado na última década.

Para atende-las, é necessário contar com uma gestão da inovação que permita o cultivo de novos produtos agrícolas que possam atender à demanda deste nicho de mercado promissor.

Por que a inovação é importante em uma propriedade rural ou revenda de insumos agrícolas?

Gestão da Inovação - Importância

Inovar dentro do Agronegócio é fundamental para que você consiga ir de encontro às novas tendências sustentáveis.

Mais do que isso, é por meio da Gestão da Inovação que você terá chance de otimizar os processos em sua propriedade rural ou em sua empresa que atua no Agronegócio.

Muitos produtores rurais e até mesmo profissionais de empresas ainda estão presos a processos obsoletos e a tradições que não fazem mais sentido.

Um exemplo prático é como a gestão de pessoas ainda é realizada de forma amadora na grande maioria das empresas ligadas ao Agronegócio, e tem se tornado um dos maiores gargalos de qualquer atividade ou operação.

Quando falamos de inovar na lavoura, estamos falando também de economia. É possível melhorar as operações agrícolas ou os processos para que gastem menos insumos ou menos tempo de operação, reduzindo assim o custo de produção agrícola.

Não se trata apenas de reduzir operações ou processos, mas sim de deixá-los mais eficientes.

A gestão da inovação também é importante para que o produtor rural consiga produzir mais, sem agredir o meio-ambiente, como era feito há uma década atrás.

Os nossos recursos naturais estão ficando escassos, e isso já não é novidade.

Saber como gerenciá-los irá trazer uma vantagem estratégica fundamental para o seu negócio rural, uma vez que você evitará o desperdício de recursos, e ainda por cima, conseguirá produzir e vender mais, com menos.

É nesse sentindo que a Gestão da Inovação se torna fundamental para qualquer negócio do campo, independentemente do tamanho da propriedade rural.

Você pode aplicar esse conceito dentro da sua lavoura de diferentes maneiras, mas nesse artigo, vamos focar na utilização dos 4 Ps.

Como usar os 4Ps da gestão da inovação para melhorar o desempenho do seu Agronegócio

Esse método é uma excelente forma de você inovar dentro do seu Agronegócio, porque ela permite que você tenha uma visão mais ampla de como a inovação pode ser aplicada dentro do seu empreendimento rural.

Os 4Ps podem ser aplicados em empresas do Agronegócio de diferentes tamanhos e com vários focos de atuação, pois, eles podem ser facilmente identificados em qualquer projeto.

Confira a seguir, quais são estes 4Ps:

Propósito para inovar

O primeiro “P” dessa ferramenta de gestão diz respeito ao propósito para se inovar, ou seja, os objetivos que você deseja alcançar fazendo a gestão da inovação.

Você pode querer melhorar a utilização de insumos nas lavouras, aumentar a produtividade das culturas agrícolas, reduzir o número de aplicações de inseticidas ou aumentar a satisfação no trabalho da sua equipe de colaboradores.

Para que esse item fique claro dentro do seu Agronegócio, o ideal é que você crie um quadro apontando suas metas SMART para inovação.

Processos para inovar

No segundo “P”, você irá elencar quais processos serão utilizados para inovar.

Nesse caso, você precisa fazer um funil de inovação onde ficarão claras as etapas para uma Gestão de Inovação eficiente.

Para elencar os processos de Gestão da Inovação que você precisa aplicar no seu negócio rural, é preciso levar em conta as suas ideias, mas também, a dos seus colaboradores, fornecedores e até mesmo clientes.

As inovações podem vir de diferentes lugares é preciso ficar atento para saber aproveitar todas as ideias.

Logo, reúna-se com os envolvidos para saber exatamente o que pode ser feito, e como a solução poderá ser colocada em prática.

Pessoas para inovar

O terceiro “P” diz respeito a quais pessoas deverão estar envolvidas com a Gestão da Inovação.

Nesse item será necessário indicar quais colaboradores inovadores que poderão colocar em prática todas as soluções e inovações propostas.

Para decidir quem são esses profissionais, é necessário avaliar com cuidado o perfil de cada funcionário.

Para integrar o time de inovação, é preciso ter um espírito desbravador e flexível, para buscar novas ideias que possam ser colocadas em prática no negócio.

Além disso, é essencial ter noção dos conceitos para inovar e gerar resultados que sejam mensuráveis.

Em muitos casos, talvez seja necessário até mesmo capacitar seus colaboradores, e que você também se aperfeiçoe para desenvolver esse perfil.

Nessa etapa, você deverá montar um quadro com dois tópicos para elencar a sua equipe:

  • Inovadores empreendedores: pessoas que estarão envolvidas diretamente na geração de ideias e na aplicação das inovações na propriedade rural ou no seu Agronegócio.
  • Inovadores gestores: pessoas responsáveis pela gestão de projetos e ações, e, também, na motivação constante da equipe de Gestão da Inovação.

Com essa etapa você conseguirá determinar quem te ajudar a inovar constantemente o seu negócio.

Políticas para inovar

O último P está relacionado as políticas para inovar, ou seja, a cultura organizacional que será aplicada para você obter uma Gestão da Inovação.

As regras e processo que ditam o funcionamento do seu negócio rural farão toda a diferença na hora de inovar.

O ideal é que você crie um quadro apontando se as políticas da sua empresa realmente são propícias para a geração de ações inovadoras.

Para isso, pergunte a si mesmo e investigue se a sua empresa rural :

  • Valoriza o espírito inovador e empreendedor dos candidatos que passam por processos seletivos na sua empresa rural?
  • Você realiza avaliações de desempenho entre seus colaboradores para saber se todos estão trabalhando na Gestão da Inovação dentro de seus setores?
  • Dentro do seu Agronegócio, você parabeniza ou premia as inovações feitas por seus colaboradores, mesmo que elas não deem os resultados esperados?
  • Você capacita e treina os seus colaboradores para que eles saibam empreender e inovar cada vez mais?
  • O seu Agronegócio possui, ou pelo menos discute a criação de parcerias com empresas, instituições públicas, fornecedores e clientes para desenvolver ações externas de inovação?

Todas essas perguntas servirão de base para que você consiga identificar se o seu negócio possui políticas favoráveis a uma Gestão da Inovação eficaz, bem como que tipo de mudanças podem ser feitas.

Não é porque atualmente você não possui uma cultura organizacional inovadora que não é possível desenvolver uma.

A partir do momento que você sabe exatamente quais são os pontos que precisam ser modificados, ficará mais fácil aperfeiçoar os processo e procedimentos no dia-a-dia do campo.

Usando esses 4Ps, será possível ter uma Gestão da Inovação realmente eficaz no seu empreendimento rural.

Lembre-se que com esses quatro pontos você poderá favorecer o surgimento de ações inovadoras e aplicar nessa atividade as pessoas que realmente tenham o perfil apropriado para a inovação.

O grande diferencial dessa metodologia é que ela pode ser aplicada em negócios rurais de diferentes tamanhos, mas, principalmente, nos de pequeno e médio porte.

Isso porque os 4Ps possibilitam que você conheça à fundo os processos do seu empreendimento rural, e o que pode ser feito.

Utilizando a regra 70-20-10 para inovar

Gestão da Inovação - 70-20-10

A regra 70-20-10 é uma maneira simples de você melhorar a Gestão da Inovação.

Segundo a regra por Eric Schmidt, o colaborar deve passar 70% de seu tempo realizando tarefas centrais, 20% em projetos relacionados aos negócios centrais e 10% em novos projetos, não necessariamente vinculados à tarefas diárias.

As empresas estão percebendo que as ideias inteligentes vem de baixo, e não do alto.

Essa técnica pode ser facilmente adaptada para o ambiente rural para que os colaboradores do seu Agronegócio desenvolvam a inovação de forma diária em suas funções.

A regra 70-20-10 funciona de maneira simples.

Estes números representam investimento em tempo, dinheiro e esforços.

Dessa forma, o aperfeiçoamento do desempenho e produtividade será incentivado diariamente.

70% do tempo para atividades-chave

Na regra 70-20-10, a maior parte do seu tempo e dos seus colaboradores será dedicado para a execução das chamadas atividades-chaves, que são todas as tarefas pertinentes a função.

Isso quer dizer que 70% do tempo de trabalho dos operadores de máquinas deve ser gasto na operação de máquinas propriamente dita, que 70% do tempo do supervisor deve ser gasto com a supervisão da sua equipe e do andamento dos trabalhos.

Para isso, é imprescindível que todos os colaboradores saibam exatamente qual o seu papel dentro da empresa rural, e tenham em mente o que precisam entregar diariamente para que o agroempreendimento continue ativo.

O ideal, é que você desenvolva um sistema de prioridades juntamente com a sua equipe, para que cada colaborador saiba o que é urgente, e o que pode aguardar.

Mas, eles também precisam atuar para que essas tarefas que podem aguardar não se tornem urgentes.

20% do tempo para melhorias das atividades-chave

A segunda aplicação dessa regra para a Gestão da Inovação é que 20% do tempo dos colaboradores seja dedicado ao aperfeiçoamento e melhoria de suas funções.

Para isso, eles devem conversar entre eles e com gestores para saber quais são os pontos que podem ser melhorados, como, por exemplo, a substituição de processos obsoletos, ou o melhor aproveitamento de insumos.

Outra dica é saber o que outras empresas do setor de Agronegócio tem feito nesse sentindo.

Com base nisso, é possível desenvolver ações para melhorar as funções dos colaboradores como um todo.

O importante desta parte da regra 70-20-10 é que os colaboradores separem um tempo para refletir em como melhorar suas atividades diárias.

10% do tempo para melhorias para a empresa rural

Por fim, os últimos 10% do tempo dos colaboradores deve ser destinado a discutir maneiras de melhorar a empresa rural como um todo, e não apenas sua atividade ou o seu setor.

Para isso, é necessário que eles tenham em mente qual é a estratégia da empresa rural, e que sejam motivados constantemente a apresentar novas ideias, dentro do espaço de tempo para isso.

Uma boa dica é realizar reuniões periódicas para avaliar o que os funcionários têm a dizer sobre a empresa rural e sobre as maneiras de inovar e aperfeiçoar os processos dentro do negócio do campo.

Eles precisam ser incentivados a ter esse tipo de discussão entre os colegas de trabalho, e também com seus gestores.

De modo geral, essa dinâmica funciona direcionando 90% do tempo dos colaboradores para a inovação pessoal (70+20 das próprias funções) e 10% para o aperfeiçoamento da empresa rural em si.

Dessa forma, a Gestão da Inovação é trabalhada em diferentes níveis.

A regra 70-20-10 e os 4Ps da Gestão da Inovação são essenciais para qualquer empreendedor do setor de agronegócio.

Com essas duas metodologias, ficará mais fácil identificar como é possível inovar, seja no melhor aproveitamento de insumos, na venda de produtos agrícolas, na eficiência dos colaboradores, na consultoria para clientes, ou em qualquer outro aspecto do seu Agronegócio.

É por meio da Gestão da Inovação que você conseguirá manter seu Agronegócio competitivo dentro do mercado, e, ao mesmo tempo, também trazer novas propostas, ideias e processos pare ele.

JUNTE-SE A MAIS DE 15.000 PROFISSIONAIS

Entre para nossa lista e receba nossos conteúdos

Instituto Agro
administrator
Grupo de especialistas que elabora conteúdo online para que profissionais de excelência do Agronegócio tomem melhores decisões no seu dia-a-dia e conquistem melhores resultados.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *