Como fazer o planejamento do seu Agronegócio

Planejamento no Agronegócio

O planejamento do seu Agronegócio é um dos fatores determinantes para o sucesso de qualquer empreendimento rural.

Responda rápido: que resultados a sua propriedade rural ou empresa ligada ao Agronegócio deverá atingir na próxima safra? E daqui a cinco anos? Daqui a dez anos?

No livro Alice’s Adventures in Wonderland, de Lewis Carroll, o Gato de Cheshire dá um importante conselho à Alice:

“Para quem não sabe para onde vai, qualquer caminho serve”.

E é isso mesmo.

A partir do momento em que um planejamento é definido, é possível avaliar o quão distante nos encontramos das metas propostas e definir estratégias para alcançá-las.

Ou seja, é por meio do planejamento que você irá elencar as metas que precisam ser cumpridas, bem como os processos e ações que precisam ser realizados para que essas metas sejam concretizadas.

Muitos empreendedores rurais acabam tendo dificuldades em melhorar o desempenho de seus Agronegócios, justamente porque não tem um plano adequado, ou não sabem como utilizar essa estratégia da forma correta.

Um dos principais desafios de fazer o planejamento do seu Agronegócio é saber levantar os dados necessários, analisá-los, para só então criar um plano de ações.

E, além disso, colocar em prática diariamente essas estratégias.

Também é preciso ter em mente que existem vários planejamentos dentro de um empreendimento rural.

O plano traçado para o setor financeiro, não será igual ao operacional, até porque são setores completamente diferentes, com demandas distintas.

Nesse artigo você irá aprender como criar um planejamento do seu Agronegócio, e usá-lo para aperfeiçoar constantemente o seu empreendimento rural.

A importância do planejamento para propriedades rurais e revendas agropecuárias

Planejamento no Agronegócio

“Se quiser derrubar uma árvore na metade do tempo, passe o dobro do tempo amolando o machado”.

Provérbio Chinês

A gestão de um negócio rural pode ser definida como um conjunto de tarefas que permitem o desenvolvimento das atividades agropecuárias com eficiência e eficácia, a tomada de decisões com base em indicadores e a escolha e verificação da melhor forma de executá-las, a fim de atingir objetivos pré-determinados.

Só é possível tomar decisões técnicas quando se dispõe de dados para serem analisados.

A coleta de dados por meio dos controles também permite acompanhar o histórico de operações na propriedade rural e a evolução destes indicadores.

O histórico dos controles permite descobrir, por exemplo, qual foi a evolução da produtividade ao longo dos anos, se os teores de fósforo do solo aumentaram ou diminuíram em um determinado período, ou se o número de aplicações de inseticidas vem aumentando ou diminuindo.

A partir destes dados, é possível estabelecer com clareza a situação atual e fazer projeções sobre onde se quer chegar.

Esse tipo de estratégia também proporciona outras vantagens, como:

Evita o desperdício de insumos
Uma vez que você conhece cada processo do seu empreendimento, e os insumos que precisam ser utilizados, fica mais fácil evitar o desperdício. Esse cuidado é essencial, pois é justamente através da diminuição de despesas que é possível aumentar a sua lucratividade.

Preparação para eventuais períodos de crise
O planejamento do seu Agronegócio também é útil no sentindo de prever eventos que são comuns dentro desse setor.

Muitos empreendedores acabam tendo grandes perdas, pois mesmo sabendo que correm o risco de ter a safra prejudicada por condições climáticas adversas, não se planejam para esse tipo de problema.

O mesmo vale para as revendas. Existem períodos onde tradicionalmente as vendas caem. Se os donos de negócio se prepararem para eles, não haverão consequências negativas.

Otimização do tempo e da força de trabalho
Outro benefício de fazer o planejamento do seu Agronegócio é que você consegue utilizar o tempo de maneira mais eficaz.

Uma vez que você sabe exatamente quanto tempo cada processo leva, é possível criar ações para torna-los mais rápidos e eficientes.

O mesmo vale para a força de trabalho.

Vivemos reclamando que não temos tempo ou que não conseguimos realizar tudo o que precisamos.

Mas na verdade, tempo é uma questão de prioridades.

De acordo com a Lei de Pareto, também conhecida como a famosa regra 80/20, 80% dos resultados são obtidos por 20% das ações.

Identificar e planejar as ações que produzem os maiores ou mais importantes resultados pode ajudar não só a otimizar o tempo, como também a focar no que é realmente importante.

Um empreendedor que consegue saber quais colaboradores tem um desempenho melhor em determinadas operações, consegue realocar a sua equipe de forma mais eficaz, aumentando a produtividade.

Foco em metas específicas
Esse tipo de estratégia também é vantajosa pois te ajuda a focar em metas específicas.

Muitos empreendedores rurais tendem a apenas produzir, sem realmente ter um objetivo em mente.

Consequentemente, eles acabam se mantendo sempre no mesmo lugar, sem conseguir avançar no mercado.

Fazendo o planejamento do seu Agronegócio, você consegue identificar quais são os resultados que devem ser alcançados, bem como planejar ações para a concretização desses resultados.

Você não fica mais perdido no dia-a-dia, e consegue focar os seus esforços para melhorar o desempenho do seu Agronegócio.

Essas são apenas algumas das vantagens de colocar esse método em prática no seu empreendimento rural.

Como fazer o planejamento do seu Agronegócio

Planejamento no Agronegócio

Para fazer o planejamento do seu Agronegócio, é preciso ter em mente que ele é composto por três pilares.

Em cada um deles você terá que traçar ações e estratégias distintas para que, juntos elas consigam gerar os resultados almejados.

Veja a seguir quais são esses pilares:

O Planejamento Operacional

Essa é a base do planejamento do seu Agronegócio.

O Planejamento Operacional cuida dos procedimentos, das tarefas mais simples, colocando em prática os planos táticos dentro de cada setor da organização. Em geral, tem curto alcance de tempo.

Basicamente, aqui você irá levantar e estabelecer as tarefas e atividades diárias.

Nesse item, é necessário fazer um mapeamento completo sobre todos os processos e operações envolvidos no seu dia-a-dia.

Aqui, você também deve estabelecer o padrão mínimo exigido.

Cada colaborador tem o seu próprio modo de atuar, mas, ele deve seguir uma padronização base estabelecida por você.

No planejamento operacional você também deve criar um cronograma de atividades a curto, médio e longo prazo e compartilhá-lo com os gestores, líderes e demais colaboradores.

Dessa forma, todos poderão trabalhar em sintonia, pois cada um sabe exatamente quais as metas e objetivos.

Esse é o maior pilar do seu planejamento rural, pois, basicamente, ele vai apontar como funciona a operação em si do seu Agronegócio.

O Planejamento Tático

O Planejamento Tático se aplica a departamentos ou setores específicos da organização.

É realizado em nível de média gerência, que traduz e interpreta as decisões da direção e as transforma em planos concretos dentro dos departamentos da empresa.

Geralmente, o Planejamento Tático tem um médio alcance de tempo.

No pilar de planejamento tático estão as funções de cada departamento, bem como o que você espera de cada um deles.

Mais do que isso, você deverá elencar qual o formato de relatórios que deseja que cada um apresente, para que a gestão do seu negócio seja mais eficiente.

Até mesmo os empreendedores de negócios de pequeno porte devem fazer essa divisão de setores e responsabilidades.
Apenas com esse tipo de organização é que será possível analisar separadamente as demandas e o desempenho de cada um para que assim, seja possível criar ações mais direcionadas.

Entre os setores que precisam estar nesse pilar do planejamento do seu Agronegócio estão: Atendimento, Comercial, Financeiro, Produção, Logística e Manutenção.

Você também deve elencar nesse pilar o modo de gestão de cada um desses departamentos.

Tenha em mente que cada um dos departamentos deve ter uma padronização própria, mas, todos devem seguir a visão geral do seu negócio, para que haja integração total no seu empreendimento.

O Planejamento Estratégico

O topo da pirâmide é onde você irá colher e comparar informações.

O Planejamento Estratégico se refere à organização como um todo.

Ele deve ser realizado pelos cargos e funções mais elevados da empresa (diretoria e alta gerência) e tem, em geral, maior tempo de duração.

Enquanto nos planejamentos operacional e tático você planejou a operação do seu Agronegócio e estabeleceu padrões a serem seguidos, nesse pilar é onde você irá traçar as ações com base na comparação.

Nesse momento você deve reunir todos os gestores e líderes para então começar a traçar o seu plano de ação.

Com base nas informações recolhidas nos pilares anteriores, bem como nas demais que você também vai recolher aqui, você irá traçar os objetivos que deseja alcançar e as ações necessárias para que eles se tornem realidade.

Mais do que isso, é no topo da pirâmide que você fará o monitoramento de resultados para avaliar quais estratégias tem dado certo, e quais precisam ser aperfeiçoadas.

O planejamento estratégico é o que sofrerá mudanças mais constantes, pois ele irá acompanhar as evoluções e aperfeiçoamentos do seu negócio.

É importante ressaltar que esses três níveis de planejamento se encontram interligados.

As estratégias e as ações planejadas para um nível hierárquico influenciam ou são influenciadas pelas estratégias e ações dos demais níveis.

É um processo sequencial.

Conhecendo cada um dos pilares importantes para o planejamento do seu Agronegócio, será mais fácil construir um plano que realmente atenda as suas necessidades, e te ajuda a melhorar o desempenho do seu negócio, bem como a lucratividade e a produtividade.

5 passos para realizar o planejamento do seu Agronegócio

Planejamento no Agronegócio

Se você quer fazer o planejamento do seu Agronegócio, saiba que esse processo não é uma missão impossível.

Seguindo alguns passos básicos, você conseguirá criar um plano de ação eficaz para o seu negócio, e, assim, melhorar os seus rendimentos.

1. Faça um levantamento completo sobre o seu Agronegócio

O primeiro passo para fazer o planejamento do seu Agronegócio é fazer um levantamento do seu empreendimento rural.

Como visto anteriormente, para que você consiga atender os três pilares, é necessário conhecer a fundo o funcionamento da sua empresa rural.

O ideal é que você faça um mapeamento completo, verificando todas atividades, processos, operações e resultados.

Desde os maquinários utilizados, até os insumos necessários para cada operação, tempo para cada processo, gastos de cada setor entre outros fatores.

Esse levantamento irá facilitar as próximas etapas, pois você terá em mãos todos os dados necessários para o estudo do seu negócio e, também, a criação de estratégias para ele.

2. Estabeleça onde você deseja chegar

Uma vez que você tenha em mãos todas essas informações, é preciso estabelecer metas e objetivos a serem atingidos.

Não é possível fazer o planejamento realmente eficaz do seu Agronegócio, sem ter um ponto aonde você deseja chegar.

Quando você cria um plano do gênero sem estabelecer qualquer tipo de meta, é mais fácil se perder no caminho.

Como não existe um parâmetro para comparação, os próprios colaboradores não saberão se o trabalho está sendo suficiente, ou se é necessário aumentar a produtividade.

Então, sente com o gestor de cada departamento e comece a traçar os objetos para cada um deles. Além disso, você também precisa criar metas gerais para o seu empreendimento, e, claro compartilhá-las com todos os envolvidos.

3. Trace o plano de ação

O terceiro passo para que você consiga fazer o planejamento do seu Agronegócio é traçar o plano de ação.

Ou seja, estabelecer todos as estratégias que serão colocadas em prática, juntamente com as ações, operações e processos.

Essa é uma das partes mais complexas, uma vez que você precisará detalhar exatamente o modus operandi do seu Agronegócio.

Aqui também é muito indicado que você se reúna com todos os gestores e líderes dos setores para que o plano seja o mais realista possível.

Um dos principais erros que você pode cometer ao fazer o planejamento do seu Agronegócio é traçar soluções que não podem ser aplicadas no empreendimento rural.

Isso geralmente acontece quando o empreendedor não conhece realmente o seu Agronegócio, ou não levantou dados suficientes nas etapas anteriores.

Por conta disso que o levantamento de informações é tão importante.

Se ele é feito de forma correta, você terá tudo aquilo necessário para traçar as suas ações.

Se não, você poderá criar uma estratégia que não é realista, ou até mesmo ter que repetir o levantamento e perder muito tempo.

4. Estabeleça prazos para as metas

O quarto passo para criar o planejamento do seu Agronegócio é estabelecer um cronograma de prazos para as suas metas. Se você apenas criar objetivos, sem dar um prazo máximo, dificilmente eles serão concretizados.

Esse passo também é importante, pois, uma vez que todos os colaboradores sabem exatamente até quando as metas precisam ser alcançadas, eles mesmos irão criar novas ações e aperfeiçoar processos.

A criação de prazos é uma maneira de otimizar a sua gestão.

Você pode até modifica-los ao longo do caminho, conforme for identificando novas demandas, mas é indispensável que você crie essas datas, para que todos os colaboradores, gestores e líderes possam se programar.

5. Coloque as ações em prática e as monitore

Por fim, a última etapa do planejamento do seu Agronegócio é colocá-lo em prática e monitorá-lo constantemente.

Muitos empreendedores acreditam que basta criar o plano uma única vez, que ele será imutável, mas esse é um grande erro.

O planejamento rural deve ser constantemente atualizado.

O mercado se transforma rapidamente, de tempos em tempos mudanças chegam e é necessário adaptar o seu empreendimento a elas, se você quiser se manter competitivo.

Logo, o seu plano precisa ser monitorado e atualizado constantemente.

Dessa forma, é possível identificar quais ações tem gerados bons resultados e aquelas que se tornaram obsoletas.

Além disso, também é possível inserir novas metas e soluções, conforme a evolução do próprio mercado.

Com esses 5 passos simples, você conseguirá criar o planejamento do seu Agronegócio.

Você pode adaptá-los para o seu empreendimento, independentemente do porte dele.

Assim, ele conseguirá atender de forma mais eficaz as suas demandas, e, assim, proporcionar melhores resultados.

Lembre-se, é por meio desse plano de ação que você conseguirá não só entender melhor como o seu empreendimento rural funciona, mas, também, buscar maneiras de aperfeiçoar o desempenho e produtividade dele.

JUNTE-SE A MAIS DE 15.000 PROFISSIONAIS

Entre para nossa lista e receba nossos conteúdos

Instituto Agro
administrator
Grupo de especialistas que elabora conteúdo online para que profissionais de excelência do Agronegócio tomem melhores decisões no seu dia-a-dia e conquistem melhores resultados.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *