10 dicas de gestão de conflitos para empresas do Agronegócio

Gestão de Conflitos no Agronegócio

A gestão de conflitos é importante uma importante ferramenta para qualquer empresa que atua no Agronegócio. É comum que os empreendedores rurais se deparem com esse tipo de situação no dia-a-dia no campo, seja em problemas com a sua própria equipe, ou com fornecedores e clientes.

Lidar com colaboradores com diferentes opiniões não é fácil, mediar divergências entre eles também não.

É necessário foco, paciência e espírito de liderança para conseguir que todos entrem em um consenso.

E não é só uma questão de que todos se sintam satisfeitos dentro do ambiente de trabalho, mas, também, de produtividade do seu Agronegócio.

A gestão de conflitos é extremamente necessária, pois, é por meio dela que você poderá otimizar a rotina do seu empreendimento rural.

Muitas vezes as divergências podem acabar atrapalhando o cronograma de atividades da sua empresa rural, e até mesmo gerando erros.

Tudo isso, afeta diretamente a sua produtividade e lucratividade.

Desta forma, manter uma gestão de conflitos eficaz afeta diretamente o seu empreendimento rural.

Com a gestão de conflitos você conseguirá não apenas criar um ambiente saudável onde todos podem expor suas opiniões sem gerar divergências, mas, também, otimizas as tomadas de decisões e aumentar o desempenho da sua equipe.

Nesse artigo você aprenderá um pouco mais sobre os tipos de conflitos existentes, quais fatores podem desencadeá-los e ainda descobrirá 10 dias que irão te auxiliar a gerenciar os conflitos em sua propriedade rural, revenda ou empresa ligada ao Agronegócio.

Por isso, continue lendo este artigo para saber mais sobre:

  1. O que é um conflito?
  2. Quais são os principais fatores causadores de conflitos em empresas do Agronegócio?
  3. Como realizar a gestão de conflitos em empresas do Agronegócio?
  4. Como utilizar conflitos como oportunidades?

O que é um conflito?

Gestão de conflitos no Agronegócio

Quando escutamos a palavra conflito, automaticamente associamos ela a brigas e desentendimentos.

No entanto, ele não precisara ser encarado dessa forma.

Na verdade, o termo conflito diz respeito a toda divergência de ideias ou opiniões, entre duas ou mais pessoas.

Dentro do Agronegócio, por exemplo, uma situação conflituosa bastante comum é quando os funcionários têm ideias diferentes de como realizar a colheita ou organização dos insumos de uma empresa rural.

Em um primeiro momento esse tipo de situação pode parecer sem tanta relevância, mas, ela afeta diretamente a dinâmica do seu empreendimento rural.

Se esse tipo de embate não for resolvido o quanto antes, poderá atrasar o cronograma da colheita ou gerar a perda de produtos.

Por isso é necessário implantar uma gestão de conflitos eficaz.

Apenas por meio da mediação dessas divergências que será possível melhorar a sua empresa, e até mesmo o relacionamento.

Quais são os principais fatores causadores de conflitos em empresas do Agronegócio?

Gestão de conflitos no Agronegócio

Os conflitos dentro de um empreendimento rural podem ser gerados por uma série de fatores e em diferentes escalas.

Como há vários processos sendo executados e diferentes equipes atuando, é comum que exista divergência de ideias e opiniões.

Para entender melhor como realizar a gestão de conflitos, primeiro você conhecer as principais fontes de conflitos em empresas do Agronegócio, tais como:

1. Desentendimentos por conta de modos de trabalho diferente

Um dos motivos mais comuns de conflitos é quando os colaboradores de uma equipe tem métodos diferentes de trabalho.

Nesse tipo de situação, geralmente um líder ou até mesmo colegas não sentem que o outro membro está trabalhando de maneira correta ou até mesmo que o seu modo de trabalhar está afetando toda a operação.

2. Falta de comunicação

Esse com toda a certeza é uma causa de conflitos muito comum em empresas ligadas ao Agronegócio, e que necessita de uma gestão de qualidade.

A falta de comunicação pode desencadear uma série de problemas além do embate entre colaboradores, como o uso incorreto de insumos, atraso de cronogramas, trabalho duplicado, má conservação de maquinários, entre vários outros.

Tudo isso pode ser desencadeado pelo simples fato dos funcionários e até mesmo líderes e gestores não conseguirem dialogar de forma correta. Dessa forma, informações incorretas são passadas ou informações importantes não são transmitidas.

3. Motivos pessoais

Os motivos pessoais também geram muitos conflitos. As vezes dois colaboradores atuam de forma eficiente, mas, no momento que são colocados para trabalhar juntos em uma safra, por exemplo, não conseguem decidir nada pois ficam apontando defeitos no outro.

4. Motivos comerciais

Muitos conflitos também podem ser gerados dentro do âmbito comercial. Esse tipo de divergência pode tornar a situação de uma empresa rural bastante complicada, tendo em vista que afetará diretamente o setor financeiro.

Geralmente esses conflitos ocorrem quando há grandes negociações em jogo. Por exemplo, você quer vender a sua safra por um valor, mas o seu comprador só aceita pagar um valor menor.

Esse tipo de situação pode se arrastar por um longo tempo, gerando dores de cabeça para ambos os lados.

Esses são apenas alguns dos principais fatores que podem gerar embates que atrapalham o andamento do seu Agronegócio.

Muitas vezes essas situações podem parecer pequenas, mas se elas acontecem frequentemente e interferem diretamente no cotidiano da sua empresa rural, então já passou da hora de você melhorar a sua gestão de conflitos.

Como realizar a gestão de conflitos em empresas do Agronegócio?

Gestão de conflitos no Agronegócio

Quando falamos de gestão de conflitos, muitos empreendedores rurais não sabem nem por onde começar.

Até porque vários deles não tem ideia do que fazer para mediar esse tipo de situação, de modo que todos as partes saiam satisfeitas.

Para te ajudar, nós separamos 10 dicas para que você consiga não só acabar com essas divergências, mas, também utilizá-las para melhorar o relacionamento entre os colaboradores e até mesmo a produtividade do seu Agronegócio.

1. Crie um time de líderes capacitados

Antes de mais nada você precisa criar um time de lideres capacitados. Tenha em mente que a gestão de conflitos não pode depender apenas de você, até porque como gestor existem outros setores e assuntos que você também precisa lidar.

Por meio de uma liderança forte, será possível conhecer melhor seus colaboradores. Muitas divergências não conseguem ser resolvidas justamente pelo fato de quem está tentando resolver não conhece a equipe. A partir do momento que você conhece os pontos fortes e fracos do outro, fica mais fácil achar uma solução.

2. Pratique a empatia
Se colocar no lugar do próximo e tentar entender suas necessidades e pontos de vista também é uma dica para melhorar a gestão de conflitos.

Quando você conhece, por exemplo, o trabalho e esforço de quem trabalha diretamente na lavoura, fica mais fácil entender suas demandas.

Além disso, quando os colaboradores sentem que seus lideres estão tentando se colocar no lugar deles, cria-se um ambiente mais harmonioso.

Outro motivo para que você pratique a empatia, é com ela você pode passar isso para os funcionários.

Faça-os entender como é importante que cada um tente entender o outro durante um conflito, e de que maneira todos podem sair satisfeitos da situação.

3. Trate os conflitos com racionalidade
Jamais deixe que suas emoções tomem conta de suas atitudes. Esse é um erro muito comum que pode acabar potencializado ainda mais o conflito.

Sempre se mantenha racional, para que você consiga avaliar a situação de maneira clara.

Você também nunca deve tentar se omitir quando existe uma divergência dentro da sua empresa rural. É o seu Agronegócio que está em jogo, então você precisa estar presente nele em todos os momentos.

4. Mantenha o dialogo aberto
Lembra que nós falamos que as falhas de comunicação são um dos fatores que geram os conflitos dentro de empresas do Agronegócio?

Uma dica para melhorar a gestão de conflitos é justamente manter um dialogo aberto com todos os funcionários.

Mais do que isso, você precisa incentivar que eles se comuniquem entre si, de maneira que todos saibam exatamente quais são suas funções, o cronograma que precisa ser seguido, como os insumos devem ser utilizados e todas as outras questões que envolvem a rotina do seu empreendimento.

Além disso, estimulando o diálogo você consegue desenvolver entre os seus funcionários a habilidade deles mesmos lidarem com as próprias divergências.

Muitas situações podem ser resolvidas entre eles mesmo, sem a intervenção de um líder ou até mesmo sua.

5. Saiba avaliar qual o tipo de conflito que você tem em mãos

É comum que os empreendedores avaliem os conflitos apenas como sendo dores de cabeça. No entanto, vários deles podem atuar de forma construtiva dentro da sua empresa rural.

Por exemplo, um colaborador que questiona que um determinado processo está atrasando as demais operações, pode estar revelando um ponto que precisa ser melhorado dentro do seu Agronegócio.

Com base nessa divergência é possível implantar novas ações para otimizar esse processo e assim deixar todos satisfeitos.

6. Atue imediatamente
Um dos principais erros dentro da gestão de conflitos é quando os líderes identificam que está acontecendo uma divergência dento do ambiente de atuação, e não agem imediatamente.

O deixar para depois pode aumentar ainda mais o problema, e até mesmo atrasar os processos e operações do seu Agronegócio.

Isso sem contar que essa falta de preocupação pode fazer com que os funcionários acreditem que não tem apoio nem qualquer auxílio dos gestores para solucionar a questão.

7. Não imponha suas decisões, ache uma solução de maneira conjunta
Outra dica para que você consiga melhorar a sua gestão de conflitos é sempre buscar criar soluções de maneira conjunta.

Você não pode simplesmente impor sua decisão, sem levar em conta todo o cenário em torno e as opiniões de quem está diretamente ligado a esse cenário.

Além de gerar uma imagem negativa perante seus colaboradores, você ainda pode correr o risco que eles forcem um “boicote”, atrapalhando todo o andamento do seu negócio.

8. Sempre trabalhe com feedbacks
Além de implementar soluções que atendam as necessidades de todos, também é necessário oferecer feedbacks para seus funcionários.

Assim, você evita que o mesmo embate volte à tona, ou que novas divergências surjam.

Por exemplo, se os funcionários estavam descontentes com o maquinário, e você resolveu renovar tudo, procure avaliar se as novas máquinas realmente ajudam os colaboradores no campo, e se elas são suficientes para atender todas as demandas.

9. Não se acomode
Outro erro bastante comum entre empreendedores que sofrem com o excesso de divergências dentro do seu Agronegócio é se acomodar com a situação.

Ao invés de buscar uma solução para os conflitos, eles simplesmente aceitam e deixam que eles cresçam ainda mais.

Resolva o conflito o quanto antes. Assim, você evite que ele vire uma bola de neve que irá atrapalhar a produtividade e lucratividade do seu negócio, além de criar um ambiente nada saudável de trabalho.

10. Utilize ferramentas que te auxiliem nesse gerenciamento
É muito difícil conseguir escutar e atender todas as demandas do seu Agronegócio. Para que elas não acabem se transformando em conflitos, ou até mesmo gerando problemas graves de administração, o ideal é que você utilize ferramentas que auxiliem no gerenciamento dessas questões.

Por exemplo, se você implantar um software integrado, onde todos sabem exatamente qual o cronograma a ser seguido, dificilmente terá problemas com erros de informações sobre datas.

Essas são apenas algumas dicas que você pode colocar em prática dentro do seu empreendimento rural. Seja no campo ou dentro dos setores de administração, a gestão de conflitos é fundamental, pois, proporciona um espaço de trabalho mais saudável para todos.

Como utilizar conflitos como oportunidades?

Gestão de conflitos no Agronegócio

Agora que você já sabe como a gestão de conflitos é importante dentro do seu empreendimento rural, comece a trabalhar para melhorar a mediação dentro dele.

Nem todos as divergências são ruins.

Na verdade, muitas delas são oportunidades para que você possa aperfeiçoar o seu Agronegócio.

Para transformar um conflito em algo bom, a primeira coisa que você precisa fazer é descobrir que tipo de embate ele é.

Muitas vezes essas divergências estão ligadas a coisas que realmente precisam ser melhoradas dentro da sua empresa rural.

Por exemplo, se os colaboradores estão reclamando que falta alguém para liderar as tarefas, talvez seja a hora de capacitar um deles para assumir esse posto.

Além de resolver o conflito, você ainda colocará um novo líder no seu quadro de funcionários que também irá te ajudar nessa gestão.

Os funcionários terão um líder para guia-los dentro do campo, e você uma pessoa de confiança para te ajudar.

Aproveite essas dicas e comece hoje mesmo a modificar a gestão de conflitos do seu Agronegócio.

Você verá que no momento que as divergências passarem a ser vista como oportunidades, o seu empreendimento rural irá ter um desempenho ainda melhor.

JUNTE-SE A MAIS DE 15.000 PROFISSIONAIS

Entre para nossa lista e receba nossos conteúdos

Instituto Agro
administrator
Grupo de especialistas que elabora conteúdo online para que profissionais de excelência do Agronegócio tomem melhores decisões no seu dia-a-dia e conquistem melhores resultados.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *